Veja as regras que bares e restaurantes devem seguir para reabrir as portas no Maranhão

As regras não valem para shopping centers. Bares, restaurantes e praças de alimentação de shoppings e galerias ainda não podem abrir as portas. 

 

Como parte do processo de retomada as atividades no Maranhão, os bares e restaurantes podem reabrir as portas a partir deste sábado (27). Mas, assim como nos demais setores, precisam seguir uma série de medidas sanitárias obrigatória. Além dessas regras específicas, os bares e restaurantes precisam as normas gerais, que incluem o uso de máscara, a higiene e o distanciamento. A reabertura de bares e restaurantes vai de acordo com a análise da evolução da doença nas cidades. Durante o processo, os prefeitos podem editar regras mais rígidas, inclusive proibir a reabertura.

Limitações

Bares, restaurantes e praças de alimentação dos shopping centers e galerias ainda não podem reabrir, devem continuar os serviços de delivery ou drive-thru, como já vinha acontecendo antes. Também não pode funcionar o serviço self-service, em que os alimentos ficam expostos e os clientes se servem. A mesma proibição vale para rodízios. Também fica proibido o self-service de pães e similares. Não serão permitidas atrações culturais ou musicais, para evitar aglomerações. Festas não podem ser realizadas nesses estabelecimentos. Não podem se apresentar DJs, cantores, bandas e outras atrações desse tipo. Também não pode ser feito qualquer tipo de atração que promova aglomeração ou movimentação.

Capacidade

  • Os estabelecimentos devem operar com metade da capacidade física, reduzindo bancos, mesas e cadeiras.
  • Só pode haver quatro pessoas por mesa, e todas elas devem morar na mesma residência.
  • Cada mesa precisa estar a pelo menos dois metros de outras mesas.
  • Devem ser higienizadas a cada troca de clientes. As toalhas devem ser trocadas a cada uso

Regras de higiene

  • As máscaras são obrigatórias. Só podem ser retiradas no momento da refeição. O estabelecimento deverá fornecer um saco plástico higienizado para a máscara ser colocada durante a refeição.
  • Os funcionários precisam lavar as mãos e os antebraços com frequência. Aqueles que lidam com o público ou com alimentos precisam usar luva, óculos, avental e máscara cirúrgica.
  • Espátulas, pegadores, conchas e outros utensílios devem ser lavados a cada 30 minutos.
  • Os trabalhadores deverão manter os cabelos presos e não utilizar bijuterias, joias, anéis, relógios e outros adereços.

Público

  • Pessoas do grupo de maior risco não podem, ainda, estar presentes nos bares e estabelecimentos. Entre eles, estão as pessoas com sintomas gripais; com 60 anos ou mais; e gestantes.
  • O ambiente deve ser o mais arejado possível. Espaços exclusivos para crianças devem ser fechados.
  • Não podem ser dados alimentos e bebidas para degustação.
  • Devem ser retirados paliteiros, saleiros, açucareiros e temperos servidos dessa forma. Só sachês podem ser usados.
  • Guardanapos de papel devem ser oferecidos ao cliente em dispensers protegidos ou embalados. Se forem usados guardanapos de tecidos, estes podem ser levados após o cliente ocupar a mesa.
  • Os estabelecimentos devem oferecer um sistema de pedidos e entrega delivery, com embalagens duplas para as refeições prontas.

 

Não pode haver aglomerações nem dentro do estabelecimento e nem na entrada. Filas devem ser evitadas. Para isso, podem ser adotados senhas ou sistemas semelhantes. Se houver filas, é preciso distância de dois metros entre as pessoas. Na parte de circulação interna, deve ser sinalizada a distância de dois metros entre um cliente e outro.

 

 

Por Luciana Ramalho

 

 

 

Comente a publicação
Gostou? Compartilhe:
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no google
Google+
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Ganhe premios

Preencha o Cadastro Abaixo para Receber Dicas de Emprego, Negócios, Promoções, Descontos, Shows e Muito Mais!




    Leia também