Mais um grupo de refugiados venezuelanos chega em Pinheiro (MA)

A equipe de reportagem da TV Pericumã foi chamada até o local onde estavam os estrangeiros.

 

Na tarde da última quinta-feira (26), cerca de 15 venezuelanos desembarcaram novamente na cidade de Pinheiro (MA). Recentemente, milhares deles abrigaram-se no Brasil devido à crise política e humanitária vivida na Venezuela. De acordo com os dados divulgados pela Defensoria Pública do Maranhão (DPE/MA), existem 155 refugiados venezuelanos no Maranhão.

 

O presidente da OAB Subseção de Pinheiro, Willian Ribeiro, ao saber da situação, mobilizou um grupo para conhecer as reais condições dos venezuelanos e deparou-se com uma realidade desumana. A ideia inicial tomada pela OAB era fazer com que essas pessoas buscassem um sustento que não fosse os semáforos. Questionados sobre como viviam em seu país de origem, os venezuelanos explicaram que vivam como nômades e que pescavam para sobreviver.

 

A partir dos relatos, o advogado reuniu ribeirinhos que vivem na cidade para dar suporte aos venezuelanos.

AGRESSÃO

No último sábado (30), uma confusão envolvendo idosos venezuelanos gerou revolta em populares pinheirenses. De acordo com os lojistas, dois idosos foram agredidos por hippies, que brigavam por um ponto no semáforo. As medidas legais foram tomadas, mas danos físicos foram irreparáveis.

 

O primeiro conjunto de índios venezuelanos recebeu ajuda de moradores locais, que disponibilizaram uma casa para que eles não ficassem à deriva, alimentos e roupas.

 

Segundo moradores, o novo grupo que chegou na cidade veio de São Luís em busca de melhores condições de vida. Nenhum deles quis se pronunciar sobre a situação vivida por eles.

 

 

Comente a publicação
Gostou? Compartilhe:
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no google
Google+
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Ganhe premios

Preencha o Cadastro Abaixo para Receber Dicas de Emprego, Negócios, Promoções, Descontos, Shows e Muito Mais!




    Leia também