Moradora denuncia derrubada de muro da escola José de Anchieta em Pinheiro (MA)

Os cuidados com o muro começaram após incidentes na rua Mirtes Paiva, em Pinheiro (MA).

Há algumas semanas, o Sistema Pericumã recebeu denúncias por uma moradora do bairro do Campinho, relatando sobre a derrubada do muro, que servia de suporte ao jardim dela. A criação do mesmo tinha como objetivo evitar que fosse jogado lixo nas calçadas.

O que diz a direção da escola

Segundo Raniere Costa Rodrigues, diretor da escola José de Anchieta, os cuidados com os muros começaram depois do incidente na rua Mirtes Paiva. A partir daí, foi constatado que parte dos vedos escolares também estavam comprometidos por conta de infiltrações, colocando em risco a vida dos alunos que fazem uso da quadra poliesportiva e também dos moradores.

 

 

Para o diretor, é completamente compreensível o apelo feito pela moradora, pois entende-se que sua ação, ao criar o jardim, trouxe benefício ao meio ambiente.

 

Pensando no bem-estar e seguridade de todos, a escola buscou uma equipe especializada para realizar o ínicio das obras.

 

A escola, ao receber as análises dos engenheiros, entrou em contato com a SEDUC solicitando o ínicio das obras na escola José de Anchieta. Com a repercussão do caso, a equipe de engenheiros estudava a possibilidade de reformar o muro sem comprometer o jardim.

Logo após inspeções, foi constatado que não teria como derrubar o muro sem danificar o jardim e, por respeito a moradora, o dono da construtora decidiu não demolir a parede.

 

Comente a publicação
Gostou? Compartilhe:
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no google
Google+
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Ganhe premios

Preencha o Cadastro Abaixo para Receber Dicas de Emprego, Negócios, Promoções, Descontos, Shows e Muito Mais!




    Leia também