Especialistas alertam para as doenças mais comuns no período chuvoso

 Doenças como micose, leptospirose e hepatite podem ser causadas pelos altos índices de chuva.

 

Com o aumento de chuvas em Pinheiro (MA), o risco da proliferação dos mosquitos da dengue aumenta. Nesse período chuvoso, há cuidados que devem ser redobrados: por exemplo, se for muito necessário que você entre em contato com esse tipo de água, para limpar casa ou recuperar objetos, calce botas de plástico e utilize luvas impermeáveis ou, se preferir, utilize duas sacolas.

Doenças

 

  • Leptospirose

É uma doença causada por fezes e urinas de animais contaminados, principalmente ratos. Em situações de chuva ou alagamento de ruas, as fezes e urinas contaminadas pelas bactérias podem se espalhar facilmente e atingir a mucosa ou ferimento da pessoa.

Sintomas 

Os sintomas da leptospirose variam de pessoa para pessoa, podendo haver febre alta, perda do apetite, calafrios, vômitos e diarreia. Em alguns casos, os sintomas começam a aparecer cerca de 3 a 7 dias, podendo haver sinais de agravamento e complicações, como insuficiência renal, alteração na circulação sanguínea e insuficiência hepática.

Profilaxia 

O tratamento para a leptospirose é feito em casa com o uso de medicamentos para aliviar os sintomas, como o Paracetamol. Além disso, é recomendado repousar e beber bastante água durante o dia. De acordo com a gravidade dos sintomas, o médico também pode recomendar o uso de antibióticos.

  • Malária

É uma doença comum em lugares de clima quente, como o Brasil, e que pode ter sua incidência aumentada em épocas de chuva. Isso pode acontecer devido ao acúmulo de água em alguns locais após a chuva, o que favorece a proliferação do mosquito.

Sintomas

Normalmente, surge entre 8 a 14 dias após a picada do mosquito fêmea do gênero Anopheles infectado pelo parasita Plasmodium sp., resultando em febre, náuseas, vômitos, dor muscular, fraqueza, cansaço constante e pele e olhos amarelados. É comum que os sintomas da malária apareçam em ciclos, ou seja a cada 48 ou 72 horas.

Profilaxia

Quando a malária é identificada e tratada rapidamente, é possível alcançar a cura e evitar complicações. O tratamento normalmente consiste em uso de medicamentos antimaláricos. Além disso, é importante não consumir bebidas alcoólicas durante o tratamento e repousar. É importante que o tratamento seja feito conforme a orientação do médico, mesmo que os sintomas desapareçam.

  • Micose

É uma doença de pele causada por fungos e que pode aparecer após períodos de chuva devido à umidade. Os fungos normalmente se proliferam em ambientes com muito umidade e pouco limpo. Assim, quando se usa um sapato com meia durante a chuva, é provável que caso o pé não seja secado corretamente, o fungo consiga se desenvolver.

Sintomas

Os sintomas de micose variam de acordo com o local que ocorre, podendo haver coceira, aparecimento de manchas vermelhas na pele e alteração da coloração e forma da unha, por exemplo, no caso de micose nos dedos das mãos ou dos pés.

Profilaxia

O tratamento para micose deve ser indicado pelo dermatologista e normalmente é feito com o uso de pomadas, cremes ou medicamentos orais para combater o fungo, e variam de acordo com o local da micose.

  • Dengue

É uma doença febril grave causada por um arbovírus. Arbovírus são vírus transmitidos por picadas de insetos, especialmente os mosquitos. Existem quatro tipos de vírus de dengue (sorotipos 1, 2, 3 e 4). Cada pessoa pode ter os 4 sorotipos da doença, mas a infecção por um sorotipo gera imunidade permanente para ele. O vírus é transmitido Aedes, que precisa de água parada para se proliferar.

Sintomas

Febre alta > 38.5ºC.

Dores musculares intensas.

Dor ao movimentar os olhos.

Mal estar.

Falta de apetite.

Dor de cabeça.

Manchas vermelhas no corpo.

Profilaxia

Não existe tratamento específico para a dengue. Em caso de suspeita é fundamental procurar um profissional de saúde para o correto diagnóstico.

 

Como evitar doenças transmitidas por enxurradas?

 

Vale ressaltar que se torna imprescindível evitar o contato com água parada, já que há riscos de estar contaminada. Se você mora em regiões onde costuma alagar, é preciso esperar o nível baixar e lavar com cloro tudo aquilo que foi molhado. É preciso usar repelente com frequência, tomar somente água tratada e evitar comer alimentos que tenham entrado em contato com água poluída. É preciso ficar de olho em calhas, pneus, garrafas e tudo aquilo que comportar água parada, que favoreça a proliferação do mosquito.

Os altos índices de chuva em Pinheiro (MA) abriram as portas não só para problemáticas ligada ao quesito saúde, mas deixou um alerta para a infraestrutura da cidade.

 

 

 

Comente a publicação
Gostou? Compartilhe:
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no google
Google+
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Ganhe premios

Preencha o Cadastro Abaixo para Receber Dicas de Emprego, Negócios, Promoções, Descontos, Shows e Muito Mais!




    Leia também