ENEM 2019: estudantes já podem conferir resultado nesta sexta-feira (17)

Caso você apresente qualquer outra dúvida ou dificuldade para acessar a senha pode ser tratada diretamente com a Central de Atendimento do Ministério da Educação (MEC) por meio do número 0800 616161.

Nesta sexta-feira (17), os 4 milhões de estudantes que fizeram o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), em 2019 já podem conferir seus resultados no site do Inep https://enem.inep.gov.br/participante/#!/. Os estudantes terão acesso à nota da redação e à pontuação das 4 modalidades: linguagens, humanas, ciências da natureza e matemática.

As notas estão disponíveis na Pagina do Participante e no próprio App do Enem. Para aqueles que perderam sua senha, podem redefini-la no site. Nesse primeiro momento, os alunos irão obter somente acesso à nota da redação, já em março ficará disponível o espelho da prova, onde contém os erros e acertos de cada participante.

Para os famosos “treineiros”, o resultado só estará disponível somente em março. Os “treineiros” são conhecidoss principalmente por fazer a prova só para testar o conhecimento. Esses candidatos não poderão usar a nota para concorrer a vagas no ensino superior pelos programas federais.

Como é feito a correção das provas

A prova é composta por 4 provas objetivas, totalizando 180 questões, e uma redação. As questões objetivas são corrigidas pela chamada Teoria de Resposta do Item (TRI). Não há um valor fixo para cada questão, varia de acordo com o percentual de acertos e erros naquele item e também de acordo com o desempenho de cada aluno na prova.

A nota da redação varia de 0 a mil. Cada redação é corrigida por duas pessoas que dão entre 0 a 200 de pontuação para cada competências avaliadas no Enem. O desempenho final será a média aritmética das duas notas.

Caso haja uma diferença de 100 pontos entre os dois avaliadores, a redação será analisada por uma terceira pessoa.

As cinco competências avaliadas na redação do Enem são:

  • Demonstrar domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa.
  • Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo em prosa.
  •  Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.
  •  Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.
  •  Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Com os resultados, os candidatos podem se inscrever para os programas oferecidos pelo Governo, veja quais são eles;

  1. Financiamento Estudantil (Fies)
  2. Programa Universidade para Todos (ProUni)
  3. Sistema se Seleção Unificada (Sisu)

O primeiro processo que terá as inscrições abertas é o Sisu. Para participar é preciso fazer a inscrição online no período de 21 a 24 de janeiro. As inscrições para o ProUni poderão ser feitas de 28 a 31 de janeiro e, para o Fies, de 5 a 12 de fevereiro.

Os estudantes também podem usar a nota para cursar o ensino superior em Portugal. O Inep possui convênio com mais de 40 faculdades portugesas.

 

Por Luciana Ramalho

 

Comente a publicação
Gostou? Compartilhe:
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no google
Google+
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Ganhe premios

Preencha o Cadastro Abaixo para Receber Dicas de Emprego, Negócios, Promoções, Descontos, Shows e Muito Mais!




    Leia também