Embaixada da Venezuela em Brasília é atacada por simpatizantes do autoproclamado presidente Juan Guaidó

Durante a madrugada de quarta-feira, simpatizantes de Juan Guiadó entraram em conflito com funcionários da representação diplomática venezuelana, em Brasilia (DF).

 

 

Na madrugada desta quarta-feira (13), a embaixada venezuelana foi invadida por um conjunto de apoiadores de Juan Guiadó, autoproclamado presidente interino da Venezuela. Segundo informações repassadas pela Polícia Militar, os invasores atacaram por volta das 4h da madrugada e tentaram expulsar os funcionários que estavam trabalhando.

Mesmo sendo solicitada a ação dos PMs, eles não puderam adentrar no local e retirar as pessoas, por se tratar de uma entidade diplomática. A situação segue sem solução e os invasores permanecem no local.

O deputado federal do PT/RS, Humberto Costa, afirmou em frente à embaixada que uma ‘milícia foi contratada’ para realizar a invasão e classificou como um ‘ato de violação da Venezuela para com o Brasil’.

 

” É muito grave a invasão da Embaixada da Venezuela durante a cúpula de chefes de Estado e de governo do Brics. O território venezuelano foi invadido sob as vistas do governo brasileiro para constrangimento internacional”.

A deputada federal Jandira Feghali do PCdoB/RJ, classificou a invasão como um ‘atentado à soberania’.

Juan Guiadó se autoproclamou presidente da Venezuela em janeiro de 2019, após declarar que Nicolás Maduro “usurpou” o poder e fraudou a votação que o elevou a sua reeleição em 2018.

Comente a publicação
Gostou? Compartilhe:
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no google
Google+
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Ganhe premios

Preencha o Cadastro Abaixo para Receber Dicas de Emprego, Negócios, Promoções, Descontos, Shows e Muito Mais!




    Leia também