Comunidade do bairro Quinta da Boa Vista encerra festejo do Divino Espírito Santo

O festejo, que já é tradição, mobiliza dezenas de pessoas todos os anos. Durante os dias de festa, atrações culturais apresentaram-se na comunidade. 

 

O encerramento do festejo do Divino Espírito Santo, Santa Croa e São Sebastião na Quinta da Boa Vista começou com o toque das caixeiras. Um ritual que, mesmo em tempos modernos, ainda faz lembrar que toda festa era animada ao som da cantoria das senhoras.

Ao ritmo do tambores que o cortejo ia em busca das autoridades imperiais da época, e que hoje é lembrada pelo festejo.

Na primeira parada da procissão, o acolhimento é das mordomas do Imperador e da Imperatriz.

A caminhada seguiu pelas ruas do bairro. Sempre ritmado e alegrado pelas caixeiras e acompanhados pelo povo que se junta à procissão do Divino Espírito Santo.

Depois de todo ritual de acolhimento, a procissão seguiu para o palácio, onde os convidados esperavam para a continuação da festa. A mesa farta esperava todos os convidados, que jantaram, beberam e se divertiram em mais uma festa do divino.

Para os organizadores, a realização dessa festa é motivo de muita alegria.

 “É uma tradição que já vem de muitos anos, e eu aceitei e estou firme junto com os demais organizadores. Todos os anos, Deus nos abençoa. Juntamente aos nossos patrocinadores também, porque se não tivéssemos patrocínio, não tínhamos como fazer uma festa bonita. Então, o que eu ganho está aqui para todos verem, porque é distribuído para todos que fazem esse evento.”  — ressaltou Buranga, um dos organizadores da festa.

 

 

Por Marcelo Moreira

 

Comente a publicação
Gostou? Compartilhe:
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no google
Google+
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Ganhe premios

Preencha o Cadastro Abaixo para Receber Dicas de Emprego, Negócios, Promoções, Descontos, Shows e Muito Mais!




    Leia também