A baixada sofre com preço alto da carne bovina,e a população lança campanha nas rede sociais contra preço abusivo da mesma!

O preço alto da carne bovina está obrigando os consumidores maranhenses a procurar outras opções de alimentos. Muitos estão desistindo de comprar a carne vermelha e optando por comprar frango, peixe e até carne de porco, que estão custando mais baratas nas feiras e supermercados.

Nem a pesquisa de preços está ajudando o consumidor, já que os preços estão altos em todo o Brasil.
A maior parte do rebanho bovino do Brasil, está sendo vendido para a China que está pagando em média vinte e cinco por cento (25%) a mais para a carne brasileira. Por isso os pecuaristas e donos de frigoríficos estão preferindo vender a carne para fora, do que para os próprios brasileiros. Em decorrência desse fator está faltando carne no mercado interno para vender, por isso o preço do produto disparou.

Mas embora sabermos que as vezes essa realidade não acontece em todas as cidades do País, muitos donos de gado e frigoríficos se aproveitam da situação para lucrar bem mais e não pensam no bolso do consumidor.

Nesta segunda feira uma mobilização popular aconteceu na internet nas redes sócias como forma de repúdio ao preço abusivo da carne de gado na baixada, população de varias cidades se manifestaram em apoio a campanha que tem por meta paralizar o consumo da mesma até a redução do valor absurdo seja reduzido, em alguns frigoríficos locais e supermercados o preço chega a bater o valor de 40 reais o kg da carne comum sem osso,já cortes mais nobres como a picanha, chega a ser cobrado no kg  o valor de 75 reais.

Em dezembro, A Prefeitura de Lago Verde, no Maranhão, decidiu fixar o preço da carne bovina com osso e sem osso. Um decreto anterior, do dia 6, chegou a estabelecer R$ 12 o kg para a peça sem osso e R$ 15 com osso, mas o documento foi revogado. O valor a ser fixado no decreto é o máximo permitido, independentemente do tipo de corte.

A decisão de taxar o preço da carne, no dia 6, causou polêmica com fazendeiros e açougueiros, que avaliaram como muito baixo os valores de R$ 12 e R$ 15 o kg. Na prática, os clientes encontravam o kg da carne vendido mais caro, a R$ 15 e R$ 20,respectivamente.

Comente a publicação
Gostou? Compartilhe:
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no google
Google+
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Ganhe premios

Preencha o Cadastro Abaixo para Receber Dicas de Emprego, Negócios, Promoções, Descontos, Shows e Muito Mais!




    Leia também